Emigração: causas; consequências; soluções

A atualidade do país é preocupante, especialmente se olharmos para a realidade dos nossos jovens. Ainda mais preocupante é a realidade da Região Autónoma da Madeira onde a Taxa de Desemprego é das mais elevadas. Esta realidade afeta dum modo particular os jovens Madeirenses que com formação e vontade de trabalhar se veem forçados a sair da sua terra na procura de condições de vida dignas e dum futuro melhor.

Os jovens de hoje aplicam-se nos estudos, concluem o Secundário, empenhando-se em atingir a melhor média possível para entrar no Ensino Superior. Para atingir as suas metas académicas contam com a ajuda da família, sejam pais ou avós, para pagar as propinas, a alimentação e a habitação. Este apoio é recebido com a esperança de retribuir o esforço e o carinho dos seus familiares.

Estes jovens cheios de sonhos e vontade de trabalhar procuram um lugar no mercado de trabalho, no qual possam demonstrar as suas potencialidades. A realidade é dura e a possibilidade de um emprego na sua área de formação é comparável a um processo milagroso, em especial se falarmos da atualidade na Madeira.

O motivo pelo qual os jovens abandonam a Madeira não é conjuntural mas estrutural. Uma sociedade que estimula a precaridade, os recibos verdes, o despedimento facilitado, o desinteresse na formação e na contratação de pessoas qualificadas em detrimento de outros que a baixo custo efetuam trabalhos similares. Esta não é uma sociedade amiga dos jovens Madeirenses. Esta não é uma sociedade onde seja possível o jovem iniciar a sua carreira profissional, realizar-se em termos pessoais, constituir uma família e permanecer na terra que o viu nascer. Esta é a realidade que afasta os nossos jovens, que os força para a emigração e os faz abandonar aqueles que amam. É esta mesma realidade que a Juventude Socialista Madeira quer combater, através de diversas iniciativas e de uma real sensibilização, não só da classe politica, mas de todos quantos possam estar implicados na melhoria das condições de vida dos jovens.

A Juventude Socialista Madeira é da opinião que tem havido uma perspetiva errada na conceptualização do emprego. Esta situação sempre foi encarada como a curto prazo e não com a seriedade e competência necessária. Neste sentido, a Juventude Socialista Madeira iniciou uma campanha, “Direção Emprego”, que visa o combate à precariedade, ao desemprego jovem, e ao êxodo da nossa terra. A Juventude Socialista Madeira alerta que os problemas estruturais se tem vindo a agravar, ao longo dos anos, tais como: a falta de promoção da empregabilidade; o longo período de tempo de resposta dos serviços públicos de emprego da Região Autónoma da Madeira; a falta de informação sobre os mecanismos públicos de apoio ao Emprego Jovem, e de criação do próprio emprego e a falta de incentivos às empresas para criar mais bolsas de estágios. São problemas como os anteriormente referidos que refletem a falta de soluções do atual Governo Regional para combater o Desemprego Jovem e incentivam a Juventude Socialista Madeira a tomar uma posição e agir. A nossa Juventude Partidária quer lutar pelos jovens que são o futuro da nossa região e da sociedade atual. A Juventude Socialista Madeira propõe-se a lutar lado a lado com estes jovens por uma melhoria das condições de empregabilidade e acredita ser necessário face à situação atual, a união dos jovens em prol da procura de soluções conjuntas.

 

O presidente da Juventude Socialista Madeira

 

Orlando Fernandes

 
JUNTA-TE A NÓS!
BLOGOSFERA
AUTÁRQUICAS 2013

Descarrega aqui o teu Manifesto Autárquico Jovem 2013

Nome:
Email:
Hino da JS